Incubação e Aceleração de Impacto – Seleção 2015-2016

Fazer o bem pode ser um bom negócio. E nós queremos impulsionar essa ideia!

A Anprotec (Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores), o SEBRAE e o ICE (Instituto de Cidadania Empresarial) se uniram numa parceria inédita para mobilizar incubadoras e aceleradoras de todo o Brasil na atração, seleção e acompanhamento de negócios de impacto.

Por outro lado, as incubadoras e aceleradoras têm desempenhado um papel fundamental no fomento e fortalecimento de negócios no Brasil. Acreditamos que estas organizações têm um enorme potencial de influenciar a agenda empreendedora do Brasil, disseminando o conceito de negócios de impacto em escala nacional, e contribuindo para que mais soluções para a resolução de problemas sociais surjam e se fortaleçam.

Queremos apoiar organizações que estejam dispostas a incluir e fortalecer sua agenda de impacto. Iremos premiar planos de ação sobre como atrair e atender mais negócios de impacto no portfólio das incubadoras e aceleradoras.

O que são Negócios de Impacto?

Os negócios de impacto são empreendimentos que oferecem soluções inovadoras e escaláveis para problemas sociais da população de baixa renda. Independentemente de sua constituição jurídicas – organizações da sociedade civil, cooperativas ou empresas – eles têm a missão explícita de gerar impacto social ou ambiental ao mesmo tempo em que geram resultado financeiro positivo de forma sustentável.

Por que estamos desenvolvendo esta iniciativa?

São inúmeras as questões que os negócios de impacto podem ajudar a resolver. O Brasil, que tem 66% da sua população formada pelas classes C, D e E, tem um mercado em franca expansão para negócios de impacto social, especialmente nas áreas de educação, saúde, habitação e serviços financeiros.

A proposta de realização deste projeto nasce da constatação de que precisamos atrair mais capital para financiar soluções para problemas sociais, uma vez que as fontes de investimento tradicionais – como os recursos governamentais, as doações de organismos internacionais, o investimento social privado e a filantropia – têm se mostrado insuficientes para combater os problemas sociais no Brasil.

É neste contexto que surge um caminho de atração de capital para investimento em organizações e negócios que possam gerar amplo impacto social ao mesmo tempo em que geram retornos financeiros. Bons serviços ou produtos para baixa a renda atraem clientes que, dada a escala de atendimento, garantem o resultado financeiro da organização e gera um excedente de recursos que pode ser reinvestido ou distribuído para investidores que apoiaram o empreendimento inicialmente.

Por outro lado, as incubadoras e aceleradoras têm desempenhado um papel fundamental no fomento e fortalecimento de negócios no Brasil. Acreditamos que estas organizações têm um enorme potencial de influenciar a agenda empreendedora do Brasil, disseminando o conceito de negócios de impacto em escala nacional, e contribuindo para que mais soluções para a resolução de problemas sociais surjam e se fortaleçam.

Quer saber como apoiar a aceleração e incubação de negócios de impacto?

O Programa Incubação e Aceleração de Impacto é dividido em 3 fases:

  • Capacitação presencial e virtual: para representantes de até 20 incubadoras e aceleradoras

1. Workshop presencial em Brasília  – 12 horas (3 e 4 de Dezembro de 2015)*
2. Curso online sobre Negócios de Impacto Social da ARTEMISIA (Janeiro e Fevereiro de 2016)
3. Dois webinars com especialistas (Março e Abril de 2016)
4. Mentoria para Criação de um plano de ação para inclusão de Negócios de Impacto no portfólio de aceleração/incubação (Abril de 2016)

  • Seleção dos Vencedores: avaliação dos planos de ação e seleção dos vencedores

1. Dez incubadoras e aceleradoras serão selecionadas como finalistas e participarão gratuitamente do 2º Fórum Brasileiro de Finanças Sociais e Negócios de Impacto em São Paulo (previsto para Junho de 2016).
2. Durante o Fórum apresentarão seu plano de ação para uma banca de especialistas, que selecionarão os cinco melhores planos de ação.

  • Premiação: os cinco melhores plano de ação renderão as incubadoras e aceleradoras:

1. R$25 mil para implementar iniciativas de atração e apoiar a Negócios de Impacto
2. Voucher para os Negócios de Impacto do seu portfólio acessarem serviços do SEBRAE.
3. Mentoria de empresários e investidores experientes para os Negócios de Impacto do seu portfolio

* A participação em todas as atividades de capacitação é gratuita. No entanto, os participantes devem arcar com os custos de deslocamento para o workshop em Brasília. É possível solicitar uma ajuda de custo para pagamento das diárias de hotel e transporte local, que será avaliada no momento da inscrição. Mais informações constam no formulário de inscrição.

Processo de seleção

Incubadoras e aceleradoras interessadas em participar devem preencher o formulário de inscrição, até 10/novembro. As inscrições serão avaliadas conforme os seguintes critérios:

  1. Critérios qualificatórios
    1. Ser associada à Anprotec e estar em dia com suas obrigações junto à entidade
    2. Ter no mínimo dois anos de atuação e apoiado no mínimo quatro empresas
    3. Disponibilizar no mínimo uma pessoa para que ela participe de todas as etapas (Recomenda-se a participação de duas pessoas por organização)
  2. Critérios classificatórios
    1. Ter reconhecido sucesso na estruturação, consolidação e crescimento de negócios
    2. Número de empresas em processo de incubação/aceleração no último ano
    3. Oferecer estrutura adequada para incubação/aceleração efetiva
  3. Critérios de composição do grupo
    1. Diversidade geográfica
    2. Diversidade temática/setorial

Confira aqui as aceleradoras e incubadoras que participam do Programa

  • Incubadora Multisetorial de Empresas de Base Tecnológica e Inovação da PUC-RS RAIAR
  • UNITEC – Unidade de Inovação e Tecnologia da UNISINOS
  • Incubadora GENE Blumenau
  • Incubadora Tecnológica de Campina Grande – ITCG
  • Instituto Gênesis
  • Porto Digital
  • Incubadora de Empresas de Base Tecnológica Centev/UFV
  • Incubadora de Negócios da CECOMPI
  • Incubadora do Parque de Desenvolvimento Tecnológico PADETEC
  • Incubadora Santos Dumont/Parque Tecnológico Itaipú Brasil
  • Incubadora do Centro de Empreendimentos em Informática da UFRGS
  • Multincubadora Tecnológica do IFRN
  • Incubadora Tecnológica de Santa Maria
  • Programa Incubadoras da Universidade Estadual de Goiás
  • Centro de Empresas Nascentes – CENA
  • Incubadora de Empresas de Patos de Minas
  • Incubadora Tecnológica Ulbratech Manaus
  • Incubadora Tecnológica de São Bento do Sul
  • Incubadora de Empresas da UFPR
  • Incubadora de Empresas Mackenzie
  • Centro Incubador Tecnológico da Fundetec
  • ISA – Incubadora do Semi-árido
  • Incubadora de Cooperativas e Empreendimentos Populares – INCOPE
  • Pantanal Incubadora Mista de empresas da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • Instituto Brasília de Tecnologia e Inovação