Conheça as startups vencedoras do InovAtiva de Impacto

A Enercred – Crédito de Energia Limpa, de Pedralva (MG), e a PickCells – Diagnósticos com Visão Computacional, de Recife (PE), foram as startups que receberam as maiores pontuações no Demoday InovAtiva de Impacto, realizado no dia 24 de julho, em São Paulo (SP).

O Programa InovAtiva Brasil, desenvolvido pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) e pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), é o maior programa de aceleração de startups da América Latina, e oferece apoio gratuito para negócios inovadores de qualquer setor e de qualquer localidade do Brasil. Além de capacitação especializada, contempla mentoria (investidores, empreendedores e executivos que auxiliam as startups com informações, conselhos e contatos); conexão com investidores e acesso facilitado a editais de fomento e missões internacionais para as startups finalistas; e benefícios às finalistas (suporte do próprio programa e de parceiros estratégicos). Desde 2016, o Programa conta com uma nova categoria, InovAtiva de Impacto, para apoio a empreendedores que apresentem produtos ou serviços voltados para a resoluções de problemas sócios e ambientais.

Das 1.800 empresas inscritas nessa edição, foram selecionadas 133 para participar do Bootcamp Final e Demoday InovAtiva 2017.1. Nos dias 22 e 23 de julho, finalistas de todo o país participaram de mentorias com executivos de várias companhias, última etapa da preparação dos seus projetos. No dia 24 de julho, os projetos foram apresentados em sete salas temáticas para 63 investidores e 50 representantes de grandes empresas interessados em novos negócios. Ao final dos pitchs, as bancas que assistiram as apresentações selecionaram 14 startups, entre elas duas do InovAtiva de Impacto.

InovAtiva de Impacto

“Depois de cinco meses de trabalho no InovAtiva Brasil, a Enercred comemora os três prêmios conquistados nas categorias Inovação de Impacto, Inovação no setor de indústria, transporte e energia, e a premiação do @FBStart”, afirma Bárbara Rubim, do grupo Enercred, na página do Facebook.

A Enercred consiste em uma plataforma digital de compartilhamento de créditos de energia limpa e renovável, que conecta geradores a consumidores residenciais reunidos em uma cooperativa por meio de créditos de energia.

A PickCells tem sua origem na tese de mestrado do engenheiro de computação André Caetano. Trata-se de uma plataforma baseada em visão computacional, que permite o diagnóstico automatizado, mais rápido, preciso e eficiente de doenças infecciosas, em tempo real e com baixo custo. “A solução propicia ainda a otimização da rotina de trabalho, redução de custos e até a preservação da saúde do quadro funcional, em laboratórios de análises clínicas e demais serviços de saúde”, explica Paulo Melo, administrador da PickCells e responsável pelo pitch da empresa.

Participaram da banca que analisou os 12 projetos do InivAtiva de Impacto: Kim Machlup (MOV Investimentos), Carolina Aranha (Pipe.Social), Maria Rita Spina (Anjos do Brasil), Aline Mamede (Fundação Telefonica), Maurício Prada (Plano CDE), Frederic De Mariz (UBS Banco de Investimentos) e Diogo Quitério (Força Tarefa de Finanças Sociais).

Bootcamp Final

“O encontro Bootcamp Final do InovAtiva Brasil reuniu empreendedores de todos os setores, desde o agronegócio à tecnologia da informação e comunicação, saúde, educação, energia. A evolução dos projetos apresentados comprova a eficácia do processo de aceleração. Todos são vencedores e têm condições de crescer no mercado. Quando a banca elege alguns negócios significa que, no momento dos pitchs, eles foram mais assertivos. O InovAtiva de Impacto, por sua vez, é para acelerar as startups que desenvolvem seu trabalho no âmbito socioambiental. É uma oportunidade extra para os empreendedores mostrarem seus projetos para uma rede de investidores que acreditam no empreendedorismo como fator de desenvolvimento”, explica Igor Nazareth, secretário substituto de Inovação e Novos Negócios do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

Para a diretora técnica do Sebrae, Heloisa Menezes, a instituição tem um papel muito importante na mobilização das startups em todo o Brasil, pois agrega ao projeto o seu trabalho de capacitação, já que a instituição oferece diversas atividades on-line e mobiliza mentores e investidores. “Esse evento é a concretização de um importante e gratificante ciclo. Esperamos que todos levem muito mais do que conhecimento. Esperamos que agora essas empresas consigam instrumentos de apoio e investimentos para desenvolver cada projeto que passou por aqui’’, afirma Heloisa.

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.