Aliança pelo Impacto

Criada em maio de 2014 pelo ICE, a Aliança pelos Investimentos e Negócios de Impacto (Aliança pelo Impacto) apoia o desenvolvimento do ecossistema de impacto positivo no Brasil por meio de produção e divulgação de conteúdos, articulação com atores estratégicos e fomento a iniciativas inovadoras.

Atuando de forma colaborativa e com escuta ativa junto a outros atores públicos e privados, tem construído recomendações para o avanço do ecossistema no Brasil e adotado diferentes papéis em sua implementação: liderança de grupos de trabalho e protótipos; suporte a grupos, redes e projetos; e disseminação de iniciativas, boas práticas, conquistas e gargalos que mapeia como forma de monitorar as propostas de cada recomendação.

Além de buscar de forma permanente conexões com organizações e redes locais, a Aliança pelo Impacto conecta o Brasil ao movimento global pelos investimentos de impacto atuando como National Advisory Board (NAB) para o Global Steering Group for Impact Investment (GSG) no país.

Recomendações

Em 2015, a Aliança pelo Impacto (à época chamada Força Tarefa de Finanças Sociais) construiu, a partir de estudos e com a colaboração de mais de cem pessoas, 15 recomendações para o fortalecimento da agenda dos investimentos e negócios de
impacto no Brasil até 2020.

Novas recomendações foram então formuladas a partir da análise dos avanços concretos do ecossistema no período anterior, dos entraves que todavia precisam ser superados e de novas oportunidades identificadas nesse setor tão dinâmico. Mais uma vez, a Aliança pelo Impacto buscou a parceria, a cooperação e a participação de organizações dinamizadoras, empreendedores, investidores, gestores públicos, professores e pesquisadores do Ensino Superior para propor visões de futuro para a agenda de impacto até 2025. Mais de 1.000 pessoas puderam opinar e validar as recomendações ao longo do processo.

Estudos e publicações

Os dados e conceitos divulgados pela Aliança têm servido nos últimos anos de referência para pesquisas acadêmicas, chamadas de negócios e editais. Todos os relatórios e publicações têm distribuição gratuita e são concebidos e produzidos com parceiros técnicos. Recursos próprios e de parceiros estratégicos são utilizados também para financiar estudos de outras organizações.

Mais de 20 publicações já foram lançadas ou apoiadas pela Aliança pelo Impacto nos últimos 7 anos.

ENIMPACTO

O ICE, por meio da Aliança pelo Impacto, é uma das organizações da sociedade civil que atuou junto ao Governo Federal para a criação da ENIMPACTO – Estratégia Nacional pelos Investimentos e Negócios de Impacto (Decreto nº 9.244/2017) e faz parte do Comitê para sua implementação, que é liderada pelo Ministério da Economia.

A participação do governo é essencial para impulsionar e dar suporte ao ecossistema de investimentos e negócios de impacto. Seja com fomentador via políticas públicas, regulador ou comprador de produtos e serviços de negócios de impacto.

Já criaram suas políticas os estados do Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro e Minas Gerais e há outras sendo articuladas país afora também no nível municipal.

Saiba mais

Visite o site da Aliança pelo Impacto para explorar as 9 recomendações, publicações e informações sobre Governança e ações dessa iniciativa.
O que são Negócios de Impacto – leia a publicação que detalha as características que definem empreendimentos como negócios de impacto.
Sobre impacto – Um guia para a revolução de impacto. A partir da pergunta Em que tipo de mundo queremos viver? o livro de Sir Ronald Cohen, chairman do Global Steering Group for Impact Investment (GSG), convida à reflexão e ação para mehorar a vida das pessoas e do planeta.

ICE – Instituto de Cidadania Empresarial