Notícias

Notícias

ICE e Ashoka U promovem edição especial do Ashoka Commons no Brasil

Parceria subsidia a participação de quatro das sete escolas inscritas para programa que fomenta estratégias institucionais para a formação de agentes de mudança

Instituições de Ensino Superior (IES) no Brasil começam a se engajar em um movimento global pela educação de nível superior para a inovação social. Em 2018, o Programa Academia ICE deu um passo na direção de ampliar a conexão de sua Rede de Professores com experiências internacionais, por meio da aproximação com a Ashoka U – iniciativa da rede global de empreendedores sociais Ashoka voltada para IES.

Além de apoiar a participação de professores membros no Ashoka Exchange – encontro internacional que reuniu 800 participantes em Boston, nos Estados Unidos – o programa Academia ICE viabilizou a participação de equipes da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) e da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS) no Commons – programa de desenvolvimento profissional da Ashoka U voltado a professores e colaboradores de universidades. Junto a participantes de outras escolas latino-americanas, os profissionais brasileiros desenharam seus planos de ação para fortalecer as temáticas de empreendedorismo social e negócios de impacto nos campi onde atuam. 

Este ano, o ICE dá um passo além e apoia a realização da primeira edição brasileira do Commons. “O Programa Academia vê os membros de sua Rede de Professores como agentes de mudança e eles têm nos provocado a pensar em formas de apoiá-los para que essa visão possa ser compartilhada dentro de suas instituições. O Commons é um processo formativo que irá apoiá-los nessa jornada”, explica Juliana Rodrigues, gestora interina do Programa Academia ICE.

A gestora observa que três escolas brasileiras já participaram de edições latino-americanas do Commons – entre elas PUC-RS e Unicap apoiadas pelo ICE em 2018. A PUC-RS propôs a criação de uma nova certificação em Empreendedorismo e Negócios de Impacto, com quatro disciplinas abertas a alunos da graduação e pós-graduação. A Unicap, por sua vez, idealizou um Seminário de Inovação Social que visa conectar tudo o que a universidade já faz em relação ao tema, além de um desafio que incentiva professores a apresentarem propostas sobre como desenvolver ainda mais a temática na universidade.

 “Este ano, a ideia foi estimular a participação de um grupo expressivo de escolas brasileiras a fim de apoiá-las na construção de um projeto válido para suas realidades” observa Juliana. Neste ano, o Commons conta com a participação de escolas em todas as regiões do país.

Escolas e agentes de mudança 

Os candidatos às vagas oferecidas para a edição brasileira do programa passaram por um processo de seleção no primeiro semestre deste ano. Ao todo, sete escolas participarão do Commons Brasil.

Inicialmente, o ICE apoiaria a inscrição de três escolas. No entanto, uma professora da Rede – Aurélia Adriana de Melo, da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) – optou por apoiar a participação de sua escola no Commons com o recurso recebido por ela como orientadora de um dos trabalhos vencedores na última edição do Prêmio Academia ICE. Desta forma, o ICE apoiou duas escolas com 100% da inscrição e duas com 50%.

Juliana observa que a iniciativa da Professora Aurélia, demonstra o espírito de colaboração que existe entre os professores da Rede do Programa Academia ICE. Além disso, a Ashoka U ofereceu 30% de desconto na inscrição das escolas representadas na rede.

Com isso, participarão do programa, com apoio do Programa Academia ICE, as seguintes escolas: Universidade Federal do Pará (UFPA), Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA-USP), Unisinos e PUC-RJ.

Completam a turma o Centro Universitário do Distrito Federal (UDF), Universidade da Região de Joinville (Univille) e a Unicap – que participará da edição brasileira com outros profissionais.

Márcio Waked, da Unicap, afirma que os frutos da participação anterior no Ashoka Commons já podem ser percebidos. “Entendemos que esse programa será um marco na nossa universidade, promovendo o engajamento de toda a comunidade acadêmica e possibilitando a implantação de um Centro de Referência em Inovação Social na nossa região em parceria e colaboração com as demais instituições locais.”

Graziella Maria Comini, da FEA/USP, observa que sua escola foi pioneira na inserção do tema de responsabilidade social na sua grade curricular no final dos anos 90, de empreendedorismo social nos anos 2000 e de negócios de impacto na última década. “Agora, queremos que o tema da inovação social esteja mais integrado no currículo e nas atividades de extensão, por isso consideramos fundamental participar do Ashoka Commons. Será uma oportunidade de aprendermos com outras instituições de ensino que já trilharam esse percurso”, comemora.

Ruth Espinola Soriano de Mello, da PUC-RJ, conta que a oportunidade de participar do programa coincide com ações concretas em curso em sua universidade. “Recentemente, recebemos um convite do Departamento de Administração da PUC para conceber e desenvolver um curso de pós-graduação lato sensu nessa temática. Também pretendemos aproveitar o Commons para contribuir em uma iniciativa discente, um Hub de Inovação Social, que será lançada ainda neste semestre.”

Os participantes apoiados serão convidados a apresentar os planos de ação e resultados de suas escolas no Encontro Nacional do Programa Academia 2020, que acontecerá junto com o Fórum de Investimentos e Negócios de Impacto.

Por dentro do Commons

O Commons é um programa da Ashoka U que tem como objetivo conectar e preparar grupos de acadêmicos e funcionários de instituições de ensino superior para fortalecer o desenvolvimento da formação de agentes de mudança e da educação para a inovação social.

Para isso, os participantes do programa contam com o apoio de mentores e especialistas com experiência internacional, que os guiam e apoiam durante a aprendizagem, avaliação e aplicação das melhores práticas em projetos individuais, obtendo como resultado planos concretos para implementação em suas instituições.

Além de conhecimento sobre o campo, contato com tendências emergentes e práticas concretas; troca de saberes entre participantes e um conjunto de especialistas em inovação social; e contato com participantes, orientadores e mentores do programa; o Commons Brasil pretende proporcionar aos participantes acesso à comunidade de ex-alunos do Commons composta por mais de 200 pessoas em todo o mundo.

Iniciado em agosto de 2019, o curso terá duração de quatro meses e será composto por oito módulos, desenvolvidos na plataforma de aprendizagem online NovoEd, que oferece uma diversidade de conteúdos e espaços de interação. No próximo semestre, o programa oferecerá ainda um acompanhamento com duração de três meses.



ICE – Instituto de Cidadania Empresarial