Notícias

Notícias

Sistema B Brasil e Força Tarefa articulam legislação para empresas com propósito de gerar impacto socioambiental positivo

O Sistema B Brasil e o ICE (Instituto de Cidadania Empresarial), em nome da Força Tarefa de Finanças Sociais, estiveram em Brasília nessa quarta-feira (13/07) para articulação no Congresso Nacional para legislação da Sociedade de Benefícios, um novo tipo legal de empresas no Brasil, e avaliação de sinergias com as recomendações da Força Tarefa.

Inspirados pelo movimento global de Empresas B, foram propostas  recomendações para alguns projetos de lei em tramitação, de acordo com os princípios das Sociedades de Benefícios, que declaram o propósito de gerar impacto socioambiental positivo, ampliam a responsabilidade dos administradores e atendem a um alto nível de governança, transparência e prestação de contas.

Em todas as reuniões houve sinergias e conexões com as recomendações da Força Tarefa de Finanças Sociais como, por exemplo, as compras públicas, investimentos por meio de crowdfunding e incentivos ao investimento-anjo.

A agenda incluiu conversas com as equipes dos Senadores Wilder Morais (PP-GO) e José Agripino Maia (DEM-RN), além do Deputado Otávio Leite (PSDB-RJ) e da equipe de Inovação e Novos Negócios do MDIC.

Participaram os conselheiros do Sistema B Internacional, Celia Cruz, diretora-executiva do ICE e da Força Tarefa de Finanças Sociais, Marcel Fukayama, co-fundador da Empresa B Din4mo e Sistema B Brasil, Leonardo Alvares e Rachel Karam, que fazem parte do Grupo Jurídico B, iniciativa que estuda uma legislação para as Empresas B no Brasil.



ICE – Instituto de Cidadania Empresarial