Negócios de Impacto

Em um país como o Brasil, desigual e ainda precário em áreas sensíveis como saúde, educação, habitação e serviços financeiros, os negócios de impacto podem assumir um papel relevante no caminho para a transformação social. Esses empreendimentos têm a missão explícita de gerar benefícios sociais e/ou ambientais ao mesmo tempo em que proveem resultado financeiro positivo e de forma sustentável.

Com a crise causada pela pandemia da Covid-19, os negócios de impacto se tornaram parte do caminho para uma recuperação econômica inclusiva e regenerativa. Afinal, têm o impacto positivo em seu DNA.

Os negócios de impacto podem assumir diferentes formatos legais: empresas, associação, cooperativa ou fundação.

No entanto, há um conjunto de quatro critérios que caracterizam um negócio de impacto. Esses critérios juntos constituem um filtro único pelo qual os empreendimentos precisam passar para serem considerados negócios de impacto.

  • Intencionalidade de resolução de um problema social e/ou ambiental
  • Solução de impacto é a atividade principal do negócio
  • Busca de retorno financeiro, operando pela lógica de mercado
  • Compromisso com monitoramento do impacto gerado

 

Fonte: Aliança pelo Impacto (2019)

Saiba mais. Acesse a publicação O que são Negócios de Impacto.
ICE – Instituto de Cidadania Empresarial